MOÇAS NAGRAGADAS RECEBEM HOMENAGEM NO AUDITÓRIO MUNICIPAL DE ALBUFEIRA

Versão de impressãoVersão PDF

No dia 14 de abril, sábado, pelas 16h00, o Auditório Municipal de Albufeira acolhe uma homenagem às Moças Nagragadas, numa iniciativa conjunta da Câmara Municipal de Albufeira, da APEOralidade e da Associação “A Música Portuguesa a gostar dela própria”.

 

O Município de Albufeira, a APEOralidade – “Associação de Pesquisa e Estudo da Oralidade” e a Associação “A Música Portuguesa a Gostar dela Própria” juntam-se num gesto festivo de homenagem ao grupo de cantares Moças Nagragadas a decorrer no Auditório Municipal de Albufeira, pelas 16h00 de sábado, dia 14 de abril.

As Moças Nagragadas são um grupo de cantares populares tradicionais oriundo de Paderne (Albufeira) e composto por oito intérpretes. Nasceu em 2002, no decurso da ação de investigação da literatura oral popular tradicional, realizada por uma equipa de professores, com início em setembro de 1994.

Desde 2003, que o grupo está integrado na APEOralidade, uma associação criada para dar consistência à ação de pesquisa e estudo da oralidade, contando com a coordenação musical de Nelson Conceição (ao acordeão), e a coordenação literária, com a investigação e fixação do texto de José Ruivinho Brazão.

José Ruivinho Brazão é licenciado em Filologia Clássica pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e docente no ensino secundário em Português, Latim e Grego. Mestre em Literatura Portuguesa (especialidade Literatura Portuguesa Medieval), tem realizado investigação no domínio da literatura tradicional oral popular desde a década de 60, na região do Algarve.

Refira-se que o Município de Albufeira apoia a APEOralidade através de um Protocolo de Colaboração em vigor desde 2004.

 

 

Galeria de Fotos: 

Seção do Portal: 

Data de Publicação: 

12/04/2018