“LUZ DA PAZ” CHEGOU A ALBUFEIRA

Versão de impressãoVersão PDF

Numa cerimónia que começa já a marcar a tradição natalícia de Albufeira, a cerimónia da chegada da Luz da Paz a este concelho teve lugar no passado sábado, dia 19, na Igreja Matriz. Dezenas de pessoas puderam, a partir da chama de Belém, levar um pouco desta luz para suas casas.

Numa iniciativa associada entre o Município de Albufeira e o Consulado da Áustria no Algarve, a cerimónia da receção e partilha da “Luz da Paz” decorreu na Igreja Matriz, acompanhada de Eucaristia. Na altura, o presidente da Câmara Municipal, Carlos Silva e Sousa, apontou a importância de se reforçar o valor simbólico desta cerimónia, não só pelo seu enquadramento de época como também pela conjuntura mundial que se vive: “o momento é para apelar à Paz, hoje mais que nunca. O homem necessita de se entreajudar para podermos caminhar fraternalmente no rumo de um mundo melhor”.

Por seu turno, o Cônsul Honorário da Áustria, Nelson Melo, mostrou a sua satisfação por ver Albufeira a acolher esta iniciativa e agradeceu por ver a receção das pessoas naquela cerimónia. Presentes estiveram, para além das entidades referidas, o Executivo Municipal, os Agrupamentos de Escuteiros de Albufeira, Paderne e Ferreiras, a corporação de Bombeiros e Juntas e Assembleias de Freguesia.

O simbolismo da “Luz da Paz” está associado a Belém, lugar onde nasceu Jesus, e é uma maneira de enaltecer a paz no mundo. Esta tradição iniciou-se há cerca de 25 anos, quando a televisão austríaca teve a ideia de ir a Belém acender uma vela no lugar onde Jesus nasceu e trazer essa luz para o seu país. Este ato teve por finalidade permitir às pessoas que se deslocassem à estação de televisão acender aí as suas velas, levando para casa a luz de Jesus durante a época do Natal.

De início, a Luz era apenas levada para a Áustria, mas mais tarde foi decidido espalhar esta iniciativa para outros países e agora a “Luz da Paz” é entregue anualmente a 25 países. Segundo a tradição austríaca, todos os anos uma criança, entre os 10 e os 12 anos, que tenha feito algo de excecional é selecionada para ir buscar a “Luz da Paz” a Israel.

A Luz que exprime a pacificação entre os indivíduos foi, pela primeira vez, formalmente entregue à cidade de Albufeira numa cerimónia que decorreu, no dia 22 de dezembro de 2005, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. Nesta quadra festiva, o Município de Albufeira associa-se, uma vez mais, a este solene momento, num ato
de defesa da paz e de todos os pressupostos que lhe estão associados.

Galeria de Fotos: 

Seção do Portal: