BIBLIOTECA LÍDIA JORGE ACOLHE SESSÃO DE CONTOS E CANTIGAS

Versão de impressãoVersão PDF

No dia 11 de maio, Eduardo Ramos apresenta uma sessão de Contos e Cantigas – Lendas de Moiras Encantadas e Cantigas Arabizadas, na Biblioteca Municipal Lídia Jorge, às 21h00. O evento irá contar com a narração de pequenos contos, que serão acompanhados de improvisações musicais com o alaúde árabe.

Eduardo Ramos, cantor, compositor e instrumentista, vem à Biblioteca Municipal Lídia Jorge, no dia 11 de maio, sexta-feira, às 21h00, para apresentar uma sessão de contos sobre lendas de moiras encantadas e cantigas arabizadas.

Durante a sessão serão narrados pequenos contos e vários poemas dos nossos antepassados árabes (Al Mutamid, Ibn Ammar, Assibia e Ibn Sara), acompanhados por improvisações musicais com o Alaúde Árabe.

Eduardo Ramos nasceu em Beja, em 1951, tendo emigrado para África aos 18 anos. Em 1975, regressou a Portugal e estabeleceu-se no Algarve, onde começou a tocar nos hotéis, com um tipo de música e de instrumentos diferentes do que existia na época, que iam da guitarra clássica ao cavaquinho, passando pelo berimbau, o quissange angolano e o gambri marroquino.
 
O artista toca alaúde árabe e é um dos percussores em Portugal da divulgação da música Medieval Ibérica do Século XIII, da Música Árabe e da música dos Judeus Sefarditas do Ocidente e Oriente. Eduardo Ramos tem tocado com grandes músicos como Rão Kyao, Raimundo Engelhartdt, Pedro Jóia, Paulo e Joaquim Galvão, João Pedro Cunha, Bruna Mélia, Tuniko Goulart, Vilma Keutcharian, Baltazar Molina, entre outros. 

 

 

Galeria de Fotos: 

Seção do Portal: 

Data de Publicação: 

30/04/2018