DULCE PONTES ATUA EM ALBUFEIRA NO DIA DE CAMÕES

Versão de impressãoVersão PDF

No dia 10 de junho, Albufeira celebra o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas com um concerto protagonizado por Dulce Pontes, uma das mais conceituadas artistas nacionais, que tem representado o nosso País além-fronteiras e levado a língua portuguesa e o fado aos quatro cantos do mundo. O espetáculo terá lugar no dia 10 de junho, sábado, no Largo dos Paços do Concelho, em frente ao edifício da Câmara Municipal de Albufeira. A entrada é livre.

O Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas vai ser celebrado pelo Município de Albufeira no dia 10 de junho, feriado nacional, com um espetáculo no Largo dos Paços do Concelho, às 21h30. A artista convidada dispensa apresentações: Dulce Pontes, cantora, compositora e letrista, de 47 anos, com mais de 25 de carreira que lhe valeu os prémios Luigi Tenco e Fondazione Maria Carta, em Itália, o Amigo, para a melhor solista feminina, e Microfone de Ouro, em Espanha, entre muitas outras distinções.

Dulce Pontes vem a Albufeira apresentar o seu novo álbum, "Peregrinação", constituído por 2 CD com temas inéditos de autoria da intérprete, recriações do repertório de Amália Rodrigues e canções em espanhol. Cantado em português, castelhano, galaico-português e com um tema em inglês, o álbum reflete a vivência da artista, o caminho que tem percorrido nos últimos 5 anos, numa viagem interior e emocional sobre a vida.

Recorde-se que Dulce Pontes representou Portugal no Festival Eurovisão da Canção 1991, em Roma, com o tema "Lusitana Paixão", que ficou em oitavo lugar. No ano seguinte editou o seu primeiro disco, “Lusitana” e, em 1993, com o disco “Lágrimas” começou a desenhar um percurso próprio onde, e apesar de ter sido por muitas vezes considerada uma possível sucessora de Amália Rodrigues, o fado é apenas um dos componentes. Nesse disco Dulce apresentou o resultado das primeiras pesquisas nas áreas da música popular portuguesa, de raiz africana, árabe e berbere. A artista tem dado um grande contributo para a divulgação da música cantada em língua portuguesa, ajudando a reabrir caminhos para que outros artistas lusitanos viessem a frequentar cenários internacionais e também para que os jovens artistas começassem a redescobrir o fado.

O Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, celebrado a 10 de junho, é o dia em que se assinala a morte de Luís Vaz de Camões em 1580, sendo também este o dia dedicado ao Santo Anjo da Guarda de Portugal, protetor do país, comemorado com um feriado nacional. Luís de Camões representava o génio da pátria na sua dimensão mais esplendorosa, significado que os republicanos atribuíam ao 10 de Junho.

Galeria de Fotos: 

Seção do Portal: 

Data de Publicação: 

24/05/2017