ALBUFEIRA PROMOVE SENSIBILIZAÇÃO NO ÂMBITO DO COMBATE AOS INCÊNDIOS FLORESTAIS

Versão de impressãoSend by emailVersão PDF

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Albufeira tem vindo a investir de forma continuada na educação para a segurança e proteção das populações, através da realização de ações de sensibilização nas escolas, simulacros de incêndios, informação sobre a realização de queimas, palestras, exposições e campanhas de segurança nas praias, entre outras iniciativas. No próximo mês de março (de 4 a 21) irão decorrer várias ações de sensibilização nos Mercados Municipais do concelho, destinadas à prevenção dos incêndios florestais.

No próximo mês de março, o Município de Albufeira, através do Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC) vai realizar um conjunto de ações de sensibilização nos Mercados Municipais do concelho com o objetivo esclarecer a população em geral para os cuidados a ter na prevenção dos incêndios florestais.

A iniciativa, que se integra no âmbito do Plano Municipal de Sensibilização – Defesa da Floresta Contra Incêndio 2017, vai decorrer nas seguintes datas e locais: 4 de março – Paderne; 14 de março – Albufeira; 17 de março – Guia; 21 de março – Ferreiras, sempre entre as 10h00 e as 12h00.

As ações, que se realizam em parceria com o Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR e os Bombeiros Voluntários de Albufeira, visam melhorar os conhecimentos da população, nomeadamente no que respeita a comportamentos de risco e regras de segurança que, se forem devidamente acautelados, irão contribuir para a diminuição do número de incêndios. Dos vários assuntos a abordar fazem parte a realização de queimas e como proceder à limpeza em redor das habitações.

Sublinhe-se que o tema escolhido este ano pelo Gabinete Técnico Florestal do SMPC de Albufeira para o Plano Municipal de Sensibilização “Todos pela Defesa da Floresta em Albufeira” é bastante revelador da preocupação da Autarquia em envolver todos cidadãos (população em geral, alunos das escolas, emigrantes e turistas) na defesa, conservação e valorização dos espaços florestais e áreas protegidas do concelho, partilhando do entendimento da Autoridade Nacional de Proteção Civil de que é fundamental “envolver os cidadãos numa cultura de segurança, estimulando a sua participação e a ideia de que a proteção é uma responsabilidade de todos e para todos”.

Seção do Portal: 

Data de Publicação: 

22/02/2017